INCITI/UFPE participa da Habitat III

Por: Maíra Brandão | 25/08/16 3:00 PM

Por Flora Noberto

O INCITI, grupo de pesquisa e inovação para as cidades da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), participa da Habitat III – Conferência das Nações Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável, a ser realizada de 17 a 20 de outubro, em Quito, no Equador. A conferência acontece a cada 20 anos, com a participação de todos os estados ­membros da ONU. Durante o encontro, o INCITI também irá promover, em Quito, a intervenção urbana “I want to swim in my river – the Machangara Beach” (Eu quero nadar no meu rio – Praia Machangara), a exemplo dos projetos “Praias do Capibaribe”, “Eu quero nadar no Capibaribe, e você?” e das ativações de espaços públicos à margem do rio realizadas pelo projeto Parque Capibaribe, todos no Recife. A ideia é estimular a ocupação das margens do principal rio de Quito, o Machangara, criando o ambiente de uma praia e estimulando o sonho de nadar nas suas águas.

Para a conferência que debate a Nova Agenda Urbana, o Brasil ainda contribui com diagnósticos e recomendações sobre o futuro das cidades, construído no Recife durante o encontro internacional Urban Thinkers Campus (UTC), realizado em novembro de 2015 pelo INCITI em parceria o Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat). O documento, disponível no site http://utc.inciti.org, reúne recomendações para desenvolvimento de cidades socialmente inclusivas, bem planejadas, caminháveis, com trânsito agradável, regenerativas, economicamente vibrantes e inclusivas, identidades singulares e senso de pertencimento, seguras, saudáveis, acessíveis, equitativas e com governança em nível metropolitano.

UTC – O Urban Thinkers Campus Recife foi um dos 28 eventos internacionais promovidos como etapa preliminar da Habitat III. O encontro teve a Cultura, as Tecnologias Abertas e o Espaço Urbano como eixos norteadores dos debates, laboratórios urbanos e vivências para pensar soluções para cidades mais inclusivas e sustentáveis. Com o tema “Cidades Inclusivas – Jovens e tecnologias abertas no espaço urbano”, o evento contou com a participação de acadêmicos, educadores, ativistas, gestores públicos, hackers, representantes da sociedade civil organizada e líderes da juventude.

A organização do UTC Recife foi do INCITI ­- Pesquisa e Inovação para as Cidades, grupo de pesquisa da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com patrocínio do Ministério da Cultura, por meio do programa Cidades Sensitivas, e da Prefeitura do Recife. O primeiro UTC foi realizado em 2014 em Caserta, na Itália. Este ano, já foram realizados encontros em cidades da Suécia, México, Zimbabwe, Uganda, Colômbia, China, Filipinas, Quênia, Alemanha, Índia e Itália.

O Urban Thinkers Campus Recife contou com apoio do Banco Safra, Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), Faculdades Integradas Barros Melo (AESO), Consulado Geral da França no Recife, Smart Sat, Paço do Frevo, Oi Kabum!, Cepe – Companhia Editora de Pernambuco, Torre Malakoff / Fundarpe / Secretaria de Cultura de Pernambuco, Atmosphera Plantas e Paisagismo, 3Ecologias, love.fútbol, Marco Zero Conteúdo, Studio Z7, Voxar Labs, Vagalume, Som na Rural, Gráfica Lenta, Softex, VaAstu, Vagalume / Elcoa, Ameciclo, Guia Comum do Centro do Recife, CAU/BR, CAU/PE, Bike PE e Serttel.