Implementação da Nova Agenda Urbana será discutida em Pernambuco

Por: Maíra Brandão | 5/06/17 8:53 PM

Parceria com a ONU-Habitat coloca as discussões sobre os problemas hídricos do estado em perspectiva mundial

O sucesso da construção colaborativa da Nova Agenda Urbana (NAU) – documento que irá guiar o desenvolvimento sustentável do planeta até 2036 – foi tamanho que a ONU-Habitat decidiu convocar seus parceiros para uma nova série de Campus de Pensadores Urbanos (Urban Thinkers Campus – UTC) pelo mundo, desta vez com foco na implementação das diretrizes compiladas na NAU. O INCITI – Pesquisa e Inovação para as Cidades, rede de pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que desde 2015 está envolvido com a Campanha Urbana Mundial, promoverá este ano três UTCs no estado, nas cidades de Belo Jardim, Petrolina e Recife, sobre o tema central Águas Urbanas para Resiliência Social e Ambiental.

Diferentemente do UTC de 2015, quando estiveram reunidos diferentes atores da sociedade para elaborar recomendações para a Nova Agenda Urbana, que foi adotada na Habitat III – Conferência das Nações Unidas para Habitação e Desenvolvimento Sustentável, em 2016, desta vez o foco será na implementação. Sociedade civil, academia, setor público e privado e todos os interessados na transformação urbana positiva serão convocados para pactuar um plano de ação que combata os problemas relacionados às águas, em cada uma dessas regiões. “O envolvimento de diversos atores busca encorajar a corresponsabilidade na criação e implementação de estratégias que possibilitem a recuperação urbana, criando um senso de gestão urbana colaborativa”, explica a coordenadora do INCITI/UFPE, Circe Monteiro.

Conheça a publicação resultante do UTC 2015.

O primeiro UTC de 2017, em Pernambuco, será realizado de 9 a 11 de setembro, em Belo Jardim, município do Agreste que sofre com a poluição do Rio Bitury, com o subtema Soluções para os Desafios da Extrema Seca. No extremo Oeste do estado e acompanhando com atenção a transposição do Rio São Francisco, Petrolina receberá a segunda etapa do UTC em Pernambuco, entre os dias 25 e 27 de outubro, discutindo A Busca pela Distribuição Justa de Água. Já a capital pernambucana sediará o terceiro e último Campus de Pensadores Urbanos, entre os dias 22 e 24 de novembro, com o tema Gestão Metropolitana de Recursos Hídricos. A cidade, cortada pelo Rio Capibaribe e construída em seu estuário, tem uma situação de risco devido aos efeitos das dinâmicas fluviais e marítimas.

Esses três casos representam a diversidade e especificidades hidrológicas, meteorológicas, geológicas, urbanísticas e condições socioeconômicas que são suficientemente ricas para cobrir um amplo panorama de tópicos da Nova Agenda Urbana. “Temos, então, três cidades com cenários bem diferentes mas muito simbólicas quando você observa a necessidade de se tratar a resiliência das águas do estado de Pernambuco”, declara o coordenador geral do UTC Pernambuco 2017, Ricardo Ruiz.

Para mais informações sobre os eventos: info@inciti.org.


Confira o mapa dos UTCs no mundo: http://www.worldurbancampaign.org/urban-thinkers-campus.

Nova Agenda Urbana – O processo de elaboração da Nova Agenda Urbana ficou marcado como a primeira vez que a ONU-Habitat abriu o diálogo para a sociedade civil, através da realização dos Urban Thinkers Campus. Concebido como um espaço de discussão crítica e aberta, os UTCs buscam construir estratégias de governança entre parceiros engajados em abordar desafios de urbanização e propor soluções para os problemas urbanos.

Entre 2014 e 2016 foram realizados 26 Campus dos Pensadores Urbanos no mundo. A edição brasileira do UTC foi promovida pelo INCITI/UFPE, no Recife. Esses campus, juntos, reuniram cerca de 8 mil pessoas na elaboração de recomendações para a Nova Agenda Urbana.

A resolução faz parte da Habitat – Conferência das Nações Unidas sobre Habitação e Desenvolvimento Sustentável que, desde 1976, a cada 20 anos, reúne os países para discutir os problemas urbanos. Na última edição, realizada em outubro de 2016, em Quito, no Equador, quando foi adotada a Nova Agenda Urbana, participaram mais de 30 mil pessoas, de 167 países.

Assista ao vídeo sobre o UTC 2015

INCITI – O INCITI – Pesquisa e Inovação para as Cidades é um grupo transdisciplinar da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) que acredita na capacidade do cidadão em transformar a própria cidade. Propõe investigar a experiência urbana, analisar qualidades do espaço e do comportamento dos habitantes, além de buscar a compreensão dos processos, das pessoas e de suas reflexões.

3 thoughts on “Implementação da Nova Agenda Urbana será discutida em Pernambuco

Comments are closed.